Notcias e Eventos

Notcias e Eventos

Dia de conscientizar e celebrar conquistas na Mateada da Prematuridade

20/11/2017

 Em torno de 500 pessoas coloriram a Praça Tamandaré de roxo, no domingo, 19 de novembro, na Mateada pela Prematuridade, promovida pelo Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, por meio do Ambulatório dos Primeiros Passos do Prematuro e a ONG Prematuridade.com. No Brasil 340 mil bebês nascem prematuros, ou seja, são 931 bebês prematuros/dia, seis bebês prematuros a cada 10 minutos. O Brasil ocupa o 10º lugar no ranking da prematuridade, o dobro dos países europeus. Além disso, a prematuridade deixa traumas psicológicos para os pais e sequelas físicas para os bebês, portanto, é fundamental preparar a família para essa situação. Muitas vezes é possível prevenir o parto prematuro e minimizar os danos causados aos bebês. A mateada foi realizada com o intuito de fazer esse alerta e de sensibilizar a comunidade para a causa lembrada mundialmente no dia 17 de novembro.

A nutricionista Fabiana Guedes, coordenadora do Ambulatório dos Primeiros Passos do Prematuro iniciou o evento agradecendo a presença das famílias, crianças e da comunidade que compareceram vestidos de roxo em apoio à causa. A especialista, ainda, salientou a presença das equipes que atuam nos cuidados dos prematuros e da emoção de rever os pacientes saudáveis e felizes. “Neste ano desenvolvemos muitas atividades durante a mateada. Tivemos exposição do mural com as fotos do concurso fotográfico e revelação da premiação, brincadeiras com a Play Mais, teatro com o projeto de Extensão da fonoaudiologia da Universidade de Passo Fundo, atividades de pintura de rosto das crianças e dos cabelos e ainda, um espaço kids para brincadeiras. Além disso, a ervateira Andreola disponibilizou água quente e erva mate para todos”, destacou Fabiana.

Sabendo da importância do cuidado após a alta hospitalar, o HSVP possui uma equipe multiprofissional que atua no ambulatório de seguimento dos prematuros. De janeiro até outubro deste ano, a equipe realizou 2400 atendimentos em mais de 300 prematuros em acompanhamento. “Esses pequenos têm uma vontade ímpar de viver e nos ensinam muito a cada dia, mas eles exigem muitos cuidados, não só durante a internação hospitalar, mas também após esse período, para que realmente possam se desenvolver de forma adequada e com qualidade de vida”, evidenciou Fabiana, explicando ainda os pontos fundamentais para o sucesso do cuidado dos prematuros. “O atendimento aos bebês requer tecnologias necessárias para dar o suporte aos pequenos, equipe multiprofissional capacitada e engajada na causa da prematuridade. Também precisamos sensibilizar os gestores em saúde, para que nos auxiliem em melhorar cada vez mais os cuidados com esses bebês, investindo na construção de bancos de leite materno, e também que se criem políticas públicas mais efetivas em relação ao acompanhamento dos prematuros após a alta hospitalar. Tudo isso, porque como diz o slogan da campanha “Nascimento antecipado, cuidado redobrado”.

Além de alertar para a causa dos prematuros, a tarde foi de celebrar as vitórias e rever os pequenos que passaram pelo CTI e Ambulatório. Catiane Menin, de Sarandi, esteve no evento no ano passado, enquanto o seu pequeno João Henrique estava internado no CTI. Foram 160 dias na unidade de terapia intensiva e um ano depois, neste domingo, João estava também participando do evento e apoiando a causa, saudável e muito esperto. “Ser mãe de prematuro é tomar um susto quando sua obstetra diz, não há mais como adiar o nascimento, mesmo com 26 semanas de gestação! Seu bebê precisa nascer! É não ir para casa poucos dias depois do nascimento. Pelo contrário, o hospital passa a ser sua casa, afinal, seu bebê permanece ali e não é possível ter coragem de deixá-lo e permanecer longe. Ser mãe de prematuro é ter a certeza de que seu bebê lutou, desde a barriga, com todas as forças para estar aqui, para viver essa vida, para ser feliz e tornar a vida dos outros mais feliz. É ressignificar a ideia da maternidade ideal e viver a maternidade real”, relata Catiane, feliz por participar da mateada, agora com a família reunida e divulgando a causa para ajudar outras mães.

Durante a mateada, a equipe da organização divulgou também o resultado do Concurso Fotográfico realizado nas redes sociais. O concurso contou com a parceria da fotógrafa Ariana Weimer e da Farmácia Natupharma.
Resultado concurso fotográfico
1º lugar: Trigêmeas Carolina, Isadora e Helena
2º Sophia Trilha Portella dos Santos
3º Amanda Kuhn Pimentel

Fotos: Mateada reuniu famílias e comunidade (Foto Assessoria de Comunicação HSVP/Caroline Silvestro

Galeria de fotos