Notcias

Notcias

Jornada de Nutrição reúne 400 profissionais da área da saúde em Passo Fundo

16/08/2018

 Com um público de mais de 400 participantes entre profissionais e acadêmicos das áreas de Nutrição, Enfermagem, Medicina, Farmácia, Fonoaudiologia, Educação Física. Psicologia, Fisioterapia, Biomedicina e Serviço Social, provenientes de 75 municípios, iniciou nesta quinta-feira, 17 de agosto, a 9ª Jornada Multiprofissional de Terapia Nutricional do Planalto Médio, promovida pelo Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, por meio da Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional e com a chancela da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral (SBNPE). O evento é referência no Rio Grande do Sul, pois traz para Passo Fundo profissionais renomados de todo o país e aborda temais atuais de maneira multidisciplinar. Nesta edição o tema central é “Multidisciplinaridade e Terapia Nutricional: uma associação certeira” e o evento acontece nos dias 16 e 17 de agosto.

Na solenidade de abertura, no Auditório do colégio Notre Dame, a presidente do evento e nutricionista do HSVP, Ana Heck ressaltou que a jornada propicia aprendizado, já que, o evento contempla inúmeros temas, que vão contribuir para a atualização de conceitos e para a assistência integral dos pacientes. “São dois dias intensos de atividades científicas, aprendizado e de troca de experiências. Queremos reforçar a importância de tornar a terapia nutricional um cuidado indispensável dentro das nossas instituições, sendo vista, compreendida, valorizada e praticada por todos os profissionais que atuam diariamente no cuidado do paciente” evidenciou a nutricionista agradecendo a presença dos participantes. “Ao mesmo tempo em que nos sentimos honrados, estamos conscientes de nossa responsabilidade em retribuir a confiança e o reconhecimento depositados pelos presentes que, tendo compreendido a importância do evento, participam e prestigiam a sua realização”.

A 9ª edição da Jornada de Nutrição tem um significado especial pois, faz parte do calendário das atividades comemorativas referentes aos 100 anos do Hospital São Vicente de Paulo, que, desde 2009 é reconhecido como Centro de Referência em Terapia Nutricional. Na oportunidade Ana também refletiu sobre a disseminação de informações nos dias de hoje e o papel da Jornada no trabalho dos profissionais. “Uma Jornada pressupõe a reunião de especialistas em determinados assuntos para trocar informações e conhecimentos. A informação que necessitamos é facilmente encontrada na internet, no conforto de nossas casas. Então, por que todo o trabalho para operacionalizar este evento? É porque acreditamos que um evento assim, transcende a informação. Ele propicia intercâmbio entre profissionais, entre estudantes, e esta reunião se traduz em enriquecimento intrínseco, no enriquecimento do conhecimento e no enriquecimento da alma”.

A vice-diretora médica do HSVP, Dra. Cristine Pilati Pileggi Castro recepcionou os participantes da Jornada em nome da direção do hospital. A médica pontuou que com muito orgulho, há 18 anos, o HSVP possui a EMTN que faz um trabalho incessante. “Sempre falo que dentro de uma instituição hospitalar se todos não trabalharem por um bem comum, não há saúde. Por isso, a importância da multidisciplinaridade. A área da nutrição tem crescido muito em número de publicações, em 20 anos houve um aumento de 82% de publicações científicas em nutrição hospitalar”, destacou Cristine, evidenciando ainda, o papel da nutrição na assistência de qualidade. “Falar de nutrição dentro da instituição é falar de segurança do paciente. Espero que depois do evento, todos levem para sua casa e formação, a importância da nutrição no ambiente hospitalar e também no dia a dia”.

Ainda, presente na oportunidade, a membro da Diretoria Executiva da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral/BRASPEN Dra. Melina Gouveia Castro, agradeceu convite e parabenizou a instituição pele evento. Assim como Cristine, Melina também pontuou o aumento do reconhecimento da terapia nutricional nos últimos anos, mas, reiterou o compromisso com o tema já que, dados de desnutrição hospitalar, por exemplo, mostram que muito ainda precisa ser feito. “Embora tenhamos melhorado muito, ainda estamos longe do ideal em termos de cuidados nutricionais com pacientes. Acredito que só discutindo o assunto, mobilizando todo mundo sobre a problemática da terapia nutricional é que, nós vamos conseguir mudar a cenário”, enalteceu a médica, reforçando ainda o papel de eventos científicos como a Jornada de Nutrição. “Esse tipo de evento só vem engrandecer e aumentar a força que temos para brigar pela terapia nutricional ideal para os nossos pacientes”.

A abertura da 9ª Jornada Multiprofissional de Terapia Nutricional do Planalto Médio contou ainda com a presença do presidente do HSVP, José Miguel Rodrigues da Silva, o superintendente executivo Ilário De David, Dra. Carla Beatrice Crivellaro Gonçalves, Secretária Municipal de Saúde de Passo Fundo e Vanderlei Ramos do Amaral, Coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde do Estado do Rio Grande Do Sul.

Programação científica iniciou com o tema Desnutrição

“Desnutrição Hospitalar: onde estamos errando e o que estamos fazendo para mudar este cenário” apresentada pela Médica Cirurgiã Maria Isabel Davisson Correia foi o primeiro tema abordado no evento. Em sua fala ela evidenciou que a desnutrição hospitalar é um problema de saúde pública, pois é uma das doenças mais prevalentes nos hospitais. Conforme Maria Isabel, a desnutrição existe e existirá porque o principal fator de risco para a desnutrição é a doença então, as taxas vão existir e o que não pode ocorrer é o não tratamento da desnutrição. “Quanto mais tempo o paciente fica no hospital maior são as taxas de desnutrição. O que precisamos fazer é avaliar o paciente e começar a tratar precocemente, algo que está inerente a própria doença. Outro fator é que quanto mais grave a doença, maior a probabilidade de o indivíduo não comer bem ou porque não consegue, não quer, não pode e aí, mais uma razão para que seja feita a terapia nutricional precoce”.

A especialista comentou ainda que, além dos profissionais, os pacientes e familiares têm um papel extremamente importante na prevenção e tratamento da desnutrição. “As pessoas precisam entenderem que perder peso sem querer porque, não está comendo, com vômito, diarreia ou conjunto disso, são fatores de risco para a desnutrição, que vão impactar na evolução do doente. Tanto a família como o doente devem pedir as equipes uma avaliação de especialistas, para que o tratamento comece mais precocemente. Isso se chama empoderar o paciente e é uma das etapas da prevenção da desnutrição”.

Sobre o papel da 9ª Jornada de Nutrição, Maria Isabel enalteceu assim como a presidente do evento Ana Heck, que o contato cara a cara com os profissionais é insubstituível. “Paulo Freire já dizia que educar é iluminar. As mídias sociais trazem muita informação, mas nem tudo é verdadeiro, e não há o contato direto com os profissionais. Então quem vem em uma Jornada presencial está com aqueles que vivem o dia a dia clínico ou da pesquisa e tem a oportunidade de discutir e tirar dúvidas”.

Ainda, na tarde da quinta-feira, os temas “Highlights em Nutrição e Nefrologia”, “Terapia nutricional no paciente cirúrgico: como eu faço no meu hospital? ” e “Paciente Crítico: novos resultados, novas propostas” foram abordados e debatidos. Na sexta-feira, a programação segue com temas como “Dietas da Moda: mitos e verdades”, “Coração em Foco: aprendendo com os especialistas! ” “Obesidade: responsabilidades e desafios”. “Talk Show em Oncologia: cuidados integrativos entre, além e através da Nutrição”, entre outros temas.

Foto: 400 pessoas participam do evento que traz atualização e conhecimento (Foto Assessoria de Comunicação HSVP/Caroline Silvestro)

Galeria de fotos