Notcias

Notcias

08 de abril Dia Mundial do Combate ao Câncer

05/04/2019

 O câncer é a segunda maior causa de morte no mundo, segundo a Organiuzação Pan-Americana de Saúde, só em 2018 foram cerca de 9,6 milhões de mortes. Por isso, no dia 08 de abril lembra-se o Dia Mundial do Combate ao Câncer que tem o intuito de prevenir e alertar a população a respeito dessa doença, que a cada ano atinge milhares de pessoas.

Um levantamento de dados do Center for Diseases Control and Prevention (CDC), dos Estados Unidos, estimou a incidência e as mortes por 26 tipos de câncer em mulheres e homens com mais de 30 anos, associados a um estilo de vida e a exposição aos seguintes fatores: cigarro, fumo passivo, excesso de peso, abuso de álcool, baixo consumo de frutas, vegetais e fibras, baixa ingestão de cálcio, inatividade física, consumo de carne vermelha e de carne processada, radiações ultravioleta e seis tipos de infecção por germes relacionados com o câncer. O resultado foi que, 42% dos tumores malignos incidentais e 45 % das mortes por câncer foram atribuídas a fatores evitáveis, excluindo os cânceres de pele não melanoma.

Dentre todos os fatores, o cigarro teve a proporção mais elevada, sendo 19% no total de casos e 28,8% das mortes. O segundo responsável foi o excesso de peso com 7,8% e 6,5% respectivamente. Em terceiro lugar ficou o consumo de álcool, responsável por 5,6% dos casos e 4% das mortes, seguido da radiação ultravioleta e inatividade física.

Segundo dados da International Agency for Research on Cancer em 2018, entre as mulheres, o Câncer de Mama foi o mais mortal com 15% de óbito, seguido do Câncer de Pulmão com uma taxa de 13,9%, o Câncer de Colorretal com 9,5%, Câncer de Colo do Útero com 7,5% e Câncer de Estômago com 6,5%. Já nos homens, o Câncer de Pulmão teve a maior taxa de mortalidade com 22%, seguido do Câncer de Fígado com 10,2%, Câncer de Estômago com 9,5%, Câncer de Colorretal com 9,0% e Câncer de Próstata com 6,7%.

No Brasil, em 2018, o Instituto do Câncer (INCA) registou 582,59 novos casos, onde 300.140 foram em homens e 282.450 em mulheres. Já em Passo Fundo, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) registou 2.616 novos casos de câncer, um aumento de 67% comparado a 2006, com um registro de 1764 casos. Desse número 1338 foram mulheres e 1278 homens.

O câncer pode ser prevenido através de ações que podem reduzir os riscos de se ter a doença. Conforme o INCA, há duas maneiras de prevenção: a primária que tem o objetivo de impedir o desenvolvimento do câncer, evitando a exposição aos fatores de risco de câncer e a adoção de um modo saudável de vida. A secundária tem como objetivo detectar e tratar doenças pré-malignas ou cânceres assintomáticos iniciais.

O oncologista do HSVP, Felipe Thomé, dá algumas dicas de como prevenir o câncer: não fumar, não ingerir bebidas alcoólicas, ter uma alimentação saudável, evitar o consumo de carne processada, manter o peso corporal adequado, praticar atividades físicas regulares, e evitar exposição ao sol entre 10h e 16h, usar sempre proteção adequada, como chapéu e protetor solar.

Foto: Assessoria de Comunicação HSVP

Galeria de fotos