Notcias

Notcias

Mês Vermelho: conscientização sobre a importância da doação de sangue

13/06/2019

No mês de junho, comemora-se o mês vermelho, pois, no dia 14, lembra-se o Dia Internacional do Doador de Sangue. Pensando nisso, o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, realiza diversas atividades direcionadas a captação e sensibilização de novos doadores. A doação de sangue é um ato nobre e voluntário. O sangue que corre em nossas veias não pode ser fabricado por nenhuma máquina, por isso o doador é considerado um “verdadeiro herói”, porque seu gesto salva muitas vidas.

A Coordenadora de Enfermagem da Hemoterapia, Luciana Bertelli Dagostini, relata que “vem se trabalhando de uma forma um pouco diferenciada em relação a captação de doadores, onde a sensibilização e a captação ocorrem, não no momento em que o paciente está precisando, mas de forma que os familiares procurem o Serviço de Hemoterapia quando se sentirem bem de saúde e gostariam de estar ajudando outras pessoas”. Ela pontua ainda que o trabalho é através da sensibilização. “Um trabalho de formiguinha, vem sendo realizado, para, realmente, conscientizar novos doadores que procurem o Serviço de Hemoterapia quando eles se sentirem bem e querem ajudar alguém”, evidencia.

Como doar sangue no HSVP:
Para doar sangue no HSVP, Luciana esclarece alguns pontos referentes as etapas da doação. Quando o candidato chega na Hemoterapia, realiza um cadastro com coleta de dados pessoais. Seguido da triagem hematológica, onde é verificado pressão, peso, altura, temperatura, valor do hematócrito e frequência cardíaca. Depois disso, passa para a entrevista clínica, feito por uma enfermeira, com perguntas relacionadas a vida pessoal desse candidato. Luciana ressalta que essa entrevista é totalmente sigilosa. Se estiver apto, ele realiza a doação, que tem em média uma duração de três a cinco minutos. Ao termino da doação, o candidato faz um lanche, onde deve permanecer no serviço por aproximadamente quinze minutos.

Requisitos necessários:
A Hemoterapia atende critérios mínimos para doação de sangue: ter peso superior a 50kg, idade entre 18 e 69 anos, ter tido um boa noite de sono, não estar em jejum e estar bem de saúde.

Critérios de não-inclusão do candidato:
Os requisitos impeditivos para realizar a doação de sangue são: peso inferior a 50kg, não ter dormido na noite anterior, ter feito cirurgia recentemente, ter feito uso de drogas injetáveis, ter ingerido bebida alcóolica nas últimas 12 horas, mulheres que estejam grávidas ou amamentando, candidatos que estejam em jejum prolongado e candidatos que tenham tido múltiplos parceiros no último ano.

Doação por aférese:
Hoje, a doação por aférese é chamada, também, de doação automatizada. Nessa modalidade, ao invés da doação total do sangue, é feita apenas a doação de plaquetas.

Para realizar esse tipo de doação, é necessário ter feito pelo menos uma doação total de sangue nos últimos 12 meses, no Serviço de Hemoterapia. Além disso, os requisitos são os mesmos para a doação de sangue, porém, segundo Luciana, com algumas particularidades. “Nessa modalidade é avaliado o valor de plaquetas, valor da hemoglobina, valor do hematócrito e o peso, que na doação automatizada deve ser mais de 60kg”, avalia.
Para fazer uma doação, o candidato deve estar munido de um documento oficial com foto e deve comparecer no Serviço de Hemoterapia do HSVP, localizada na Rua Quinze de Novembro, nº 485, no 5º andar. O horário de atendimento é das 8h às 15h, sem fechar ao meio-dia. As doações automatizadas são feitas somente através de agendamento.

Dia especial para os doadores

Os doadores de sangue são grandes aliados no tratamento dos pacientes. É graças aos hemocomponentes que os pacientes têm sua saúde restabelecida. Por isso, para homenageá-los, na sexta-feira, 14, o Serviço de Hemoterapia recebe a Liga de Heróis, que vão enaltecer o papel de herói da vida real dos doadores.

Foto: Doador há 16 anos, Fabiano de Oliveira Rodrigues, ressalta que doar sangue é um ato de extrema importância (Foto: Assessoria de Comunicação HSVP/ Scheila Zang)